You are here
Home > Canadá > O Melhor e o Pior do Canadá – Parte 7

O Melhor e o Pior do Canadá – Parte 7

3° Melhor – A Segurança


Não importa onde você mora no Brasil, com certeza segurança é um assunto de primeira importância. A gente aí está sempre preocupado em andar na rua sem chamar muito a atenção de ladrão, em observar bem as pessoas ao nosso redor, e em não dar mole. Comparando essa realidade com a do Canadá, o contraste é gritante.


No Brasil ninguém é louco de deixar a casa vazia com a porta aberta; pelo contrário, a porta fica trancada até quando a gente está em casa. No Canadá casa nenhuma tem muro ou grade, a rua chega direto na porta, que fica frequentemente aberta. Caso você saia e esqueça de trancar, provavelmente vai ainda assim encontrar tudo no lugar quando voltar.


Às vezes acontecem uns furtos, mas só se você der muita bobeira (tipo deixar uma bicicleta de 300 dólares na rua, sem cadeado. Aconteceu com um amigo meu). O risco de ser assaltado é quase zero, seja no carro ou a pé, mesmo que você ande por aí mostrando iPod, corrente de ouro, celular, relógio rolex ou o que for. Assalto a ônibus não existe, nem risco de sequestro relâmpago, nem nada dessas coisas.


Então isso tudo lhe dá uma tranquilidade enorme, sem preço mesmo, ainda mais quando você conhece a realidade perigosa aí de muitas cidades do Brasil, em que na rua a gente precisa estar sempre alerta. Nesse aspecto, o Canadá é mesmo outro mundo.

Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

Deixe uma resposta

Top