You are here
Home > Japão > Curiosidades no Japão: Coisas curiosas, coisas de ficção, e coisas simplesmente esquisitas

Curiosidades no Japão: Coisas curiosas, coisas de ficção, e coisas simplesmente esquisitas

Você sabia que no Dia dos Namorados (Valentine’s Day, celebrado dia 14 de fevereiro) no Japão apenas as mulheres dão presentes? Em geral chocolate. Mas não só ao namorado; também ao chefe, aos amigos do sexo masculino, e aos vários homens do seu círculo de convivência, mesmo sem romance. 

Sim, sabemos que o Japão é deveras machista (aqui), mas calma, garotas. Um mês depois, dia 14 de março, há no Japão o chamado Dia Branco, quando os homens devem retribuir, de preferência com presentes com o triplo do valor do chocolate recebido. Paulada, hein? Outra coisa, para os solteiros: aqui não se presenteia somente o(a) namorado(a), mas amigos(as) ou qualquer pessoa do sexo oposto de quem você goste. Atenção para quem vier namorar no Japão.

O Japão é cheio de coisas muito peculiares — algumas delas simplesmente curiosas, outras que parecem saídas de algum filme de ficção, e já outras que são esquisitas mesmo. Deixarei que vocês mesmos determinem o que dizer de cada uma. Abaixo mais algumas curiosidades com que me deparei pessoalmente aqui no Japão.


Tudo é muito colorido. Se no Ocidente se preferem cores leves, aqui as cores são “cheguei” e os contrastes, gritantes.

Se o Japão tradicional era discreto no uso das cores, o Japão moderno não é. Não é mesmo. Aqui uma agência de viagens mais parece uma confeitaria infantil. As prateleiras de supermercado às vezes são um carnaval de impressionar até os brasileiros. E há comumente o uso de desenhos e cartuns mesmo em propagandas para adultos, como coisas de banco, avisos do governo, etc. 

Curiosidades 1-02
Isso é um Centro de Informação Turística que eu visitei no Japão. Pensei que havia entrado em alguma creche.

Não é permitido fumar nas ruas, mas nos restaurantes, sim.

Ainda estou tentando entender essa. Por várias cidades do Japão, sobretudo em ruas de Tóquio, há interdição de fumar. Eu acho providencial, pois você fica obrigado a ser fumante passivo como na Europa, já que, ao contrário do Brasil, nestes lugares muita gente fuma. Há quadradinhos delimitados na rua onde fumar é permitido. 

Por outro lado, na maioria dos restaurantes o fumo é livre. Vai entender.

Curiosidades 1-03
Aviso de interdição de fumar numa rua de Tóquio.
Curiosidades 1-04
Um quadradinho de fumantes, em Tóquio.

Há brinquedos que não são exatamente para crianças, mas tampouco são sex toys. O que são?

Você caminha por lojas de brinquedos ou de produtos sobre seriados japoneses, e se depara com coisas assim, como dessa foto abaixo. Claramente não é para crianças, nem é um sex toy. Eu fico imaginando o marmanjo com uma coleção de bonecas dessas escondidas no armário do quarto.

Curiosidades 1-05
“Brinquedos” que a gente encontra no Japão.

As casas no Japão em geral não têm números, e às vezes as ruas não têm nome. 

No Japão, em geral as casas normalmente não tem número, e as ruas, à exceção das avenidas principais, não tem nome. Sensacional, não é? A numeração, até a Segunda Guerra Mundial, costumava ser com base em qual casa foi construída primeiro (super ideia). Depois da guerra, acabaram com esse sistema e, pelo visto, até agora não houve criatividade pra se estabelecer uma nova numeração. Então, quando você precisa chegar num lugar, fulano fica lhe dizendo “vire à direita, depois à esquerda, aí quando você vir o templo você dobra…”, igual em cidade do interior do Brasil.

Hoje em dia, claro, os japoneses põem o CEP (CEP tem!) no iPhone e acham o lugar. Então não vejo muita perspectiva de mudança. Arranje o seu smartphone, tenha boa memória e senso de direção, ou se perca.

Há máquinas automáticas por toda parte

Caso você venha mesmo a se perder, não se preocupe, de desnutrição você não morre. (Tendo dinheiro, é claro.) Nas ruas do Japão há máquinas automáticas de vender tudo — água, refrigerante, suco, chá quente, café e até banana. Eu lembro que assistia a Cybercops quando era criança e achava engraçado como os caras achavam um painel eletrônico escondido em qualquer lugar da cidade. Finalmente entendi. No Japão, até o beco mais escuro e o calçadão mais abandonado vão ter no mínimo uma maquininha de bebidas.

Nara 0-16
Pra quem ainda duvidava que essas máquinas se encontram aqui em QUALQUER lugar no Japão. (Me faz lembrar Cybercops, o seriado dos anos 80 no qual os heróis eram capazes de achar um dispositivo escondido em qualquer lugar de Tóquio para chamar suas armas.)
Curiosidades 1-06
Máquina que vende bananas. (Agora você imagine o tanto de conservantes que deve ter nessas frutas para elas ficarem aí um tempo sem estragar.)
Curiosidades 1-07
As máquinas em geral têm uma seção de bebidas quentes, vendendo café e chá — até espresso na latinha, que vem quente. O café tem a qualidade que você imagina, com aquele delicioso gostinho de conservante e de lata de alumínio no final. (Dica do viajante: No Japão, evite café, chocolate e pão. Deixe esses pra quando visitar a Europa. No Japão, prefira o chá verde, os doces tradicionais, e o arroz.)

Ah Japão, um país fascinante.

(Veja também Comidas estranhas no Japão).

Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

Deixe uma resposta

Top