You are here
Home > Egito > Viajando de trem no Egito: 12h do Cairo a Luxor durante o dia

Viajando de trem no Egito: 12h do Cairo a Luxor durante o dia

Viajar de trem no Egito é fundamental. O país não é apenas o Cairo. Seja qual for o seu interesse (seja o Egito Antigo ou o Egito atual), é preciso visitar o interiorzão do país para conhecê-lo melhor.

Tudo aqui continua a funcionar com base no Rio Nilo. Ele continua a ser a artéria que conecta o país de norte a sul. Às suas margens vive a maioria da população egípcia e passam as principais rodovias e ferrovias do país. De trem você segue paralelo ao rio, o entrecruzando aqui e ali conforme vê a simplicidade (e, muitas vezes, a pobreza) do interior do Egito.

Eu fiz 12h do Cairo a Luxor, onde ficam os famosos Templo de Karnak,  Templo de Luxor, Vale dos Reis e a tumba de Tutancâmon. Vamos à aventura.

Trem no Egito 1-02
Cruzando o majestoso Rio Nilo com o trem à tarde.
Trem no Egito 1-03
Num outro ponto, habitações, campos e uma palmeira à margem de um braço pequeno do rio. As colinas ao fundo já mostram a amplidão do deserto.

Dica essencial: Compre a sua passagem online pelo site oficial da Autoridade Ferroviária do Egito. Você faz um simples registro com o seu e-mail e usa o cartão de crédito sem problemas. Recebe a confirmação por e-mail e imprime. Pronto. Esqueça as agências de viagem e as reservas através dos hoteis, que tentam lhe cobrar o olho da cara. 

Trem no Egito 1-04
Mapa do Egito com as linhas ferroviárias em vermelho.

Há um regulamento esdrúxulo determinando que estrangeiros podem usar trens noturnos de primeira classe (muitíssimo mais caros) na rota Cairo – Luxor – Aswan, a rota principal, que corta o país margeando o Nilo.

Hoteis e agências se recusarão a comprar os baratos trens diurnos pra você, que custam menos da metade do preço e que permitem ver toda a paisagem do interior do país. Dirão que é proibido e que não pode.

Pessoalmente, na estação, a possibilidade também lhe será negada no guichê. Então o segredo é comprar online e pronto. (Pessoalmente, no entanto, você pode tranquilamente comprar passagens a hora que quiser na rota Cairo – Alexandria, para a qual não existem restrições. Por favor não levem o meu “tranquilamente” tão ao pé da letra. É um pega-pra-capar de fazer você sentir saudades das respeitosas e ordeiras filas do Brasil. Aqui no Egito é aquela coisa do bolo de pessoas à frente do guichê, um tentando passar na frente do outro, fulano passando o braço na sua cara e esticando a mão à frente com o dinheiro para tentar ser atendido pelo funcionário antes de você. É uma delícia de selvageria.)

Trem no Egito 1-05
Estação Ramsés II, a principal do Cairo. Esplendorosa apesar do caos humano.
Trem no Egito 1-06
As informações sobre os trens, tudo em árabe. (Brincadeirinha, mostra em inglês também.)
Trem no Egito 1-07
Um exemplo de ticket de trem no Egito, só para dar uma ideia. (Para Luxor eu usei a reserva impressa em casa. O preço em L.E. são em libras egípcias, abreviadas assim por causa do nome em latim, que é mais chique que Egyptian Pounds. As 70 L.E. equivalem a 25 reais. Depois compare com o que o hotel ou a agência de viagens vai pedir de você…)
Trem no Egito 1-08
Cafezinho e sol da manhã no trem (e o tio espreitando ali atrás e quase fungando a minha cabeça).

Logo me instalei, de mala e cuia, para nossa saída às 8h da manhã. A viagem levaria em tese cerca de 10:30h de duração, mas levou 12h. (Nunca leve ao pé da letra as previsões de duração de viagem nestes países.)

Não havíamos dado a partida ainda e duas senhoras perto de mim chegaram falando em francês. Parecia uma despedida: uma viajaria, a outra não. A freira dentre elas então sentou-se atrás de mim. Não tardei a puxar conversa para confirmar se o trem era o correto. Liliana, uma polonesa. Era uma senhora já de seus 50 anos, de olhos bem claros e aquele olhar arguto, detector de malandragens, que os europeus do leste têm e os europeus ocidentais, não.

Ela já trabalhava há 12 anos no Egito e falava árabe com fluência. Salvou a minha tranquilidade sobre a hora de descer, já que também ela ia para Luxor. Sosseguei sabendo que não perderia a parada.

Enquanto o trem noturno tem compartimentos e bancos onde dormir, este diurno tem apenas assentos comuns. Em compensação, você de fato vê o país, com as coisas bonitas e feias do interior.

Trem no Egito 1-09
Interior do trem para Luxor. Esta é a primeira classe. (Ainda assim é muito barato, se comparado ao trem noturno dos turistas.)
Trem no Egito 1-10
Jovens caminhando pelos trilhos.
Trem no Egito 1-11
Vista do trem, no interior do Egito.
Trem no Egito 1-12
Lixo em quantidade absurda na periferia do Cairo, que se atravessa com o trem.
Trem no Egito 1-21
Moça egípcia cruzando a ferrovia.
Trem no Egito 1-20
Pequeno braço do Rio Nilo, com uma franja verde e o deserto mais atrás.
Trem no Egito 1-13
Margem de verdes campos que às vezes se estendem por alguns poucos quilômetros ao longo do rio. Depois disso, é o enorme Saara (cujo nome é simplesmente “deserto” em árabe).
Trem no Egito 1-14
Aqui chove pouco, e tudo é irrigado com água do rio. O Egito continua a ser, como sempre foi, dádiva do Nilo. (Só que lembrem-se: estamos em tempos de mudança climática global. A secura e desertificação do Egito de hoje é muito maior que à época do Egito Antigo, relativamente verdejante em comparação. A piora tem sido cada vez mais rápida. O acesso a recursos hídricos aqui é cada vez mais complicado. Como de hábito, a população pobre é quem primeiro e mais sofre.)
Trem no Egito 1-15
Uma das muitas paradas pelo caminho.
Trem no Egito 1-16
Barraquinha de doces e máquina de coca-cola desligada, servindo de armário.
Trem no Egito 1-22
Povão entrando num outro trem.

O inspetor passou verificando as passagens, apresentei a minha junto com o meu passaporte e não houve qualquer problema. Nenhuma pergunta nem comentário de que estrangeiros só deveriam viajar no trem noturno, nada.

Eu fui no maior sossego admirando a paisagem até a fome bater.

Eu havia achado que este seria como os trens na Índia, onde há um cardápio ou entram vendedores ambulantes vendendo comida a todo momento (a depender da classe que você estiver viajando). Aqui, nem uma outra nem outra: apenas um lanche embalado dos mais insossos que já comi na vida. Sanduíche de queijo sem gosto, um pacotinho de chips, azeitonas pretas, e um pedaço de bolo meio sem graça. Como era a única coisa disponível (além de café), comi uns dois ou três desses pratinhos vagabundos ao longo do dia. 

Trem no Egito 1-17
O meu insosso almoço.

A noite chegou antes de nós. Eu já estava de olho em Liliana para saber a parada certa. Normalmente não adianta absolutamente nada ficar olhando pela janela pra tentar ver o nome da estação: não há nenhuma indicação. De noite então… Mas as pessoas aqui são bastante comunicativas. Você pergunta “Luxor” e seis pessoas lhe atendem dizendo que avisam na hora que for. Ainda que quatro esqueçam, dois lembram. Na hora, não houve dúvidas. 

No meio do Egito, era chegada a hora de Luxor.

Trem no Egito 1-18

Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

22 thoughts on “Viajando de trem no Egito: 12h do Cairo a Luxor durante o dia

  1. Mairon!

    Eu novamente haha
    Entrei no site para checar como era a compra de passagens e percebi que tem inúmeros tipos de trem. Devo selecionar algum em específico? Gostaria de fazer a rota para Luxor e posteriormente, ir a Alexandria.

    1. Oi novamente, Jessyca! Haha
      Confira meu post sobre Alexandria. Para lá não há necessidade de comprar passagens online. Basta chegar e comprar na hora na estação de trens. Há trens entre Cairo e Alexandria a todo momento.

      Já para Luxor, sim, é bom comprar no site com antecipação. O site a princípio dá um nó na sua cabeça, com todas aquelas opções, mas eu recomendo selecionar a rota e o horário, sem se preocupar a princípio com o “tipo” de trem. (Nem todos os tipos estão disponíveis para todas as rotas.) Aí você escolhe com base no horário que mais te convier. A primeira coisa a decidir é se você quer passar o dia ou a noite viajando. (São cerca de 10h do Cairo a Luxor.)

  2. Ola, boa tarde!
    Tenho uma duvida, estou querendo ir para o Egito meados deste ano, vi seu blog e me interessei….
    Quantos dias você recomendaria ficar em Luxor?
    Tens o link do site da Autoridade Ferroviaria para comprar as passagens de trem??

    1. Oi Anderson! Bem vindo à página!
      Eu recomendaria umas 3 noites em Luxor. A cidade é pequena. Você geralmente toma um dia para ver as atrações no banco oeste do Nilo, onde estão o Vale dos Reis, a tumba de Tutancâmon, etc.; e um dia para ver as atrações no lado leste do rio, onde fica a cidade. Dois dias inteiros, portanto, são suficientes. Mas se você for aficcionado pelo Egito e quiser rever lugares, ou visitar bem devagarinho, aí acrescente mais dias. Há as opções de fazer passeio de balão ao amanhecer e passeio de barco no entardecer, também. Neste post aqui eu dou mais dicas, e nos posts sobre Luxor há mais detalhes.

      O site da cia ferroviária é enr.gov.eg

  3. Ola, eu entrei no site para compra das passagens online, consegui visualizar os horários que gostaria e o Tipo acomodação AC2 (Que vi ser mais em conta), porem nao me da opção de clicar para poder dar continuidade na compra. Como você fez?

    1. Oi Andreia,
      Isso é novo no site. Experimente primeiro registrar-se e fazer o login antes de buscar os trens, pra ver se assim ele te mostra o botão de compra.

    1. Oi Carlos, estou na Mongólia estas semanas, acessar a internet é meio difícil aqui, não sei se posso te ajudar muito, mas eu veria se você pôs o “+” do código do país (às vezes o sistema recusa), ou tentaria um telefone diferente (até algo funcionar, afinal eles jamais ligarão pra você).

  4. Gente, que maravilha esse Nilo. Que emoção poder ver tamanha beleza e a imaginação criando ali o Antigo Egito com suas personagens ,seu povo, seus barcos seu lindo colorido e sua rica história. Lindo o rio. Belas palmeiras, margens verdejantes e cheias de cultivos como certamente ocorreu ao longo da vida desse magnifica civilização. Belissima natureza esta. De encher os olhos e o coração. Magnifico. O tom da areia combina com o verde das palmeiras e o cinza azulado das águas do gigante da África.E o azul do céu emoldura o belo quadro. Lindo.
    Bela essa estação Ramsés II. charmosa e rica de detalhes. As demais e os trens são são dos piores. Pelo visto a alimentação é que não é das melhores na viagem haha. Nada que o viajante já não esteja acostumado. O banzé nas estações também pelo visto são habituais haha. Consolo saber que no Brasil pelo menos ha filas haha
    Pena ver a pobreza, a parcas condições ambientais, o abandono das pessoas. Muito triste. Este pais deveria ser um patrimônio mundial, sua natureza e seu povo bem cuidados pelo muito que gerou para a História. Linda natureza, bela postagem.

    1. Olá, Tammires! Geralmente tudo no site é em EGP.
      Quando estiver no Egito e conversar preços com vendedores do que quer que seja, certifique-se mesmo da moeda em questão. Conheci estrangeiros que acertaram preço por “20 pounds”, o turista achou que se tratavam de Egyptian Pounds, e depois o egípcio disse que aquele valor que ele deu era em British Pounds. Eles tem dessas. Mas, com tudo às claras, não tive problema.
      Sucesso!

  5. ótimo Mairon,
    Obrigado pelas dicas, página bastante esclarecedora.
    tô voltando semana q vem e irei a luxor, vc sugere q eu saia do brasil com o hotel já reservado, ou é melhor ver qd chegar lá ?

    1. Obrigado, Tuninho. O hotel eu sempre gosto de já ter reservado antes da ida. Embora o turismo no Egito esteja em baixa e provavelmente os hoteis não estejam lotados, eu diria que é mais fácil procurar e ter tempo de selecionar um que você goste antes de chegar a Luxor.

  6. Oi Mariron,
    Não consigo comprar passagem diurna pelo ERNST, só abre a opção do noturno para luxor.
    da outra vez q estive no cairo não consegui comprar no guichê, como houve um atentado em giza, não insisti pensando ser por causa do atentado.
    vc tem alguma dica de como consigo comprar pra ir de manhã,
    mais uma vez obrigado,

    1. Oi Tuninho,
      De fato, pessoalmente (ou nas agências) eles não vendem essas passagens diurnas para Luxor a estrangeiros. O site, no entanto, deveria funcionar normalmente. As minhas eu comprei ano passado, mas de lá pra cá não vi nenhuma indicação de que isso tivesse mudado. Estranho. Uma possibilidade é que as passagens já estejam esgotadas nas datas que você procurou. Eu recomendaria tentar outras datas, e deixar em aberto o tipo de trem, pois os diurnos e os noturnos têm tipos diferentes.

      Um teste que você pode fazer é verificar a disponibilidade de trens (nas datas que você quer) sem antes indicar o seu país. Ou testando dizer que seu país é o Egito mesmo. Se mesmo assim não aparecerem trens diurnos, é simplesmente porque já estão esgotados naquela data, não pela restrição a estrangeiros.

  7. Ola devo ir a Luxor em meados de setembro/18, queria saber e facil sair do trem em Luxor e chegar no hotel na parte ocidental. ou tem que servia taxi mesmo.
    obrigada!

    1. Olá Sione!
      Luxor é uma cidade pequena. Da estação de trem, em 1-3km você chega a praticamente qualquer lugar da cidade. À noite, no entanto, é fácil se perder e é um pouco menos seguro.

      Na parte ocidental do Rio Nilo, porém, é preciso tomar um barco ou dar uma volta grande (fora da cidade) até a ponte mais próxima. Não há pontes perto do centro da cidade. Normalmente, cruza-se de barco. Se seu hotel é mesmo no lado ocidental, ele na prática é fora de Luxor. Nesse caso, recomendo que você tente arranjar com o hotel que eles a apanhem na estação de trem. Do contrário, sim, será preciso um táxi, e aí você estará à mercê dos preços que eles quiserem tentar cobrar.

      Qualquer dúvida, estamos aí. Bons preparativos!

  8. Seguindo seus conselhos utilizei o site oficial para comprar meus bilhetes de trem. Fiz 2 trechos: noturno entre Cairo e Aswan, e diurno entre Luxor e Cairo. Viajei nos trens de primeira classe que achei bem confortáveis (mesmo medindo 1m93) e foi tudo de acordo com o que você relatou. Vou deixar algumas dicas pessoais que podem servir para outros viajantes e você atualizar as informações no post.

    1 – Os trens de Cairo para o sul (Luxor e Aswan) saem de 2 estações: Cairo e Gizá. O preço é o mesmo saindo de qualquer uma delas, porém pessoalmente recomendo pegar o trem em Gizá. Por ser uma estação menor há menos chance de pegar o trem errado, e também por estar localizada mais ao sul utilizando-a você minimiza as chances de perder o trem por atraso.
    2 – Quando fiz minhas pesquisas alguns meses antes da viagem eu não conseguia concluir a comprar, e vi que várias pessoas em seu blog passavam pela mesma eventualidade. É importante destacar que não é possível comprar passagens com grande antecedência. O sistema só permite compras com antecedência máxima de 2 semanas.
    3 – Além do alfabeto o Egito apresenta uma grafia diferente para números. Antes da viagem procure estes números na internet e os memorize ou tenha sempre em mãos uma imagem impressa ou gravada no celular.

  9. Caramba! Tenho que te agradecer mil vezes por esta publicação. Ajudou muitíssimo! Estou com uma dúvida boba (ou talvez eu seja cega e tava na minha cara o tempo todo e não vi). Enquanto eu procurava a estação ferroviária do Google Maps eu……….não achei. rs Onde ficam? Quais os nomes? Só pra conseguir chegar nela pelo gps. hahaha

    Fora isso, adorei o blog! Desejo sucesso e muitas viagens!

    1. Oi Andressa, muito bem vinda ao site! Fico contente que você esteja gostando!
      As estações de trem no Cairo se chamam Ramses Station (a principal) e, um pouco fora da cidade, Giza Station. Ambas estão localizáveis no Google Mapas 🙂
      Ótima viagem pelo Egito e, qualquer outra dúvida, estamos aí.
      Sucesso!

Deixe uma resposta

Top