You are here
Home > Egito > Cruzeiro pelo Rio Nilo no Egito: Dois dias num navio de Luxor a Aswan

Cruzeiro pelo Rio Nilo no Egito: Dois dias num navio de Luxor a Aswan

PRÓLOGO

Tudo começou com o senhor gordo em Luxor. “Mr. Bob”, ele se intitula, embora este seguramente não seja o nome dele. Provavelmente é Ahmed, Mohammed, Ibrahim ou algo típico árabe.

Mr. Bob era um senhor pesado, mulato, daqueles árabes de pele escura, e barrigudo do tipo que anda com o corpo meio jogado pra trás pra reequilibrar a barriga. E dado a engraçadão. (Quando fomos ao templo de Hatshepsut, ele referiu-se a ele como Hot Chicken Soup, pra fazer piada.)

Mr. Bob era o meu agente local de viagens, com quem comprei as passagens para este cruzeiro.

Achei que iríamos caminhando até o cais, mas não. Fomos de moto. (Não é à toa que ele é tão gordo.) Eu perguntei, Mr Bob, como é que vamos nós dois na moto com o meu mochilão e ainda esta mochila menor. Ele olhando pra mim sem dizer nada pegou a mochila menor (onde estavam meu laptop e coisas mais frágeis), e pôs no colo, tão segura quanto a gente, que ia ali sem capacete e sem mão nem contra-mão pelo trânsito louco egípcio, portas de carro abrindo-se no nosso caminho, vans vindo na direção contrária e tirando tinta do jeans no meu joelho, pessoas atirando-se na frente da moto, etc. Eu ia fitando, ali junto a mim, bem diante dos meus olhos, aqueles lindos pneus de gordura em sua nuca, e rezava que o vento não trouxesse nenhuma gota de suor de sua cabeça raspada pra a minha cara.

Eu procurava apoio suficiente, que segurasse a mim e ao meu mochilão nas costas, mas à frente minhas mãos encontraram aquela barriga flácida que não dava apoio nenhum. Resolvi segurar nos ombros, e graças a Deus logo chegamos. (Cogitei sacar a câmera do bolso e fazer um vídeo do nosso “passeio”, mas poderia ter me custado uma bela queda na rua. Não quis abusar do equilíbrio nem da sorte.)

Entrei para o meu afamado cruzeiro pelo Rio Nilo, de Luxor a Aswan, no sul do país (o que era antigamente referido como Alto Egito, por estar rio acima). Foram dos 100 dólares melhor investidos da minha vida.


Luxor 4-01
Da minha janela, no cruzeiro pelo Rio Nilo.

Cheguei à hora do almoço. O interior do navio parecia coisa de cinema: escadarias curvas de madeira, serventes pra lá e pra cá, e o funcionário-chefe dando “Welcome, sir” com aquele sorriso no rosto.

Tudo confortável. Só faltaram internet e uma boa companhia feminina, mas a internet paga era cara e eu vim sozinho. (O contexto do navio me parecia sobejamente convidativo a umas aventuras James Bondianas no quarto dos outros, mas a grande maioria dos passageiros eram casais, e as únicas mulheres sozinhas que eu vi foram duas norte-americanas nada atraentes para o meu gosto.) O cruzeiro é tão tranquilo e romântico que eu ouvi os ruídos de gente transando pelas espessas paredes de madeira do navio.

Luxor 4-02
Saguão de entrada. Há vários navios distintos que fazem esse percurso de 48h de Luxor a Aswan, a sul, mas todos eles me parecem bonitos e confortáveis.
Luxor 4-03
Corredor para os quartos. É praticamente um hotel sobre a água.
Luxor 4-08
Quarto.
Luxor 4-04
Banheiro de hotel.
Luxor 4-05
Área para festas. Você pode imaginar alguém dançando nesse círculo aí, como eu já havia visto quando fui assistir a dança do ventre no Cairo.
Luxor 4-06
Área de estar. Tudo climatizado, já que o calor do Egito não perdoa, ainda mais aqui no sul, África adentro.
Luxor 4-07
…mas para os que gostam do calor, o deque. Excelentes vistas para o Rio Nilo e suas margens. (O engraçado é que vendedores às vezes se aproximam em pequenos barcos a motor e gritam você pra vender coisas. Se você aceitar, eles jogam mercadoria por uma corda.)

Afora o vendedor ocasional gritando lá de baixo, esta é uma viagem bastante tranquila. US$ 50/noite com todas as refeições inclusas e o show ocasional. De Luxor a Aswan, a última grande cidade do sul do Egito (antes de você chegar à fronteira com o Sudão), são duas noites de viagem. Na prática, você chegará e aportará em Aswan às 23h do segundo dia, mas dorme ali ancorado, toma café da manhã incluso no dia seguinte, etc. 

Até a Primavera Árabe de 2011, eles realizavam esse trajeto do Cairo até Aswan, cruzando portanto quase o Egito inteiro através do Nilo. Mas parece que ficaram com medo de terrorismo, e agora fazem apenas essa perna mais curta aqui no sul.

A vistas para as margens do Nilo brevemente verdes e com o deserto grande lá atrás são marcantes. O conforto do navio pode agradar ao corpo, mas quem realmente agrada a alma é a sua imaginação ao se ver ali naquele lugar tão épico.

Luxor 4-09
Cruzando o grande Rio Nilo, com suas margens. (Ali naquele barquinho a motor são dos vendedores de que falei.)
Luxor 4-10
As margens às vezes pantanosas do rio, com as colinas desérticas já espreitando lá ao fundo.
Luxor 4-11
Margem do Nilo com algumas palmeiras. O Nilo não sobe e desce mais do jeito que fazia nos tempos antigos, desde a construção da Represa de Aswan no sul em 1970. No entanto, sua água continua sendo usada para irrigação, e se cultivam algumas coisas (e.g. cana de açúcar) nessas breves margens verdes.
Luxor 4-12
O sol já ameaçando cair.
Luxor 4-13
O entardecer sobre o caudaloso Nilo. E vamos indo contra a correnteza, para sul, África adentro.
Luxor 4-14
Matas ciliares onde antigamente habitavam os crocodilos, tão famosos no Egito Antigo. Desde a construção da represa, eles estão apenas de Aswan “pra lá”, rio acima.

O interessante foi que, como eu estava sozinho e as mesas no restaurante eram assinaladas, eu teoricamente não podia ir tentar me misturar aos outros, até que um norte-americano (um rapaz mulato de seus vinte e tantos anos) se sentou à minha mesa. Como eu só o via na hora das refeições e ninguém mais falava com ele, só eu, comecei a imaginar se tinha ficado esquizofrênico e tendo visões. (Foi um alívio quando o vi o garçom lhe dirigir a palavra.)  

Deixo vocês com uma breve palhinha em vídeo do sossego e das visões das margens do Nilo do cruzeiro.

Nós, no dia seguinte, faríamos duas paradas diurnas antes de chegar a Aswan à noite: em Edfu, no mais magnífico Templo de Hórus do Egito; e em Kom Ombo, um templo a Sobek, o deus dos crocodilos no Egito Antigo. Fazer o cruzeiro teve também a clara vantagem de me permitir chegar a esses lugares tão remotos, que mostrarei a vocês a seguir.

Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

17 thoughts on “Cruzeiro pelo Rio Nilo no Egito: Dois dias num navio de Luxor a Aswan

    1. Bom dia, Fatima! Na realidade, não usei empresa. Negociei no cara-a-cara com um tiozinho que trabalhava com o meu albergue. Paguei USD 50 /noite/pessoa, só para te dar uma referência. As empresas, no Egito, costumam colocar “taxas de administração” bem altas por cima dos preços, então vale a pena comparar.

      Você só achou de 4 dias porque é o ida e volta, passeio completo. Eu é que desci em Aswan e não voltei. Voltei de trem, depois.

      Se você não se importar de arriscar, pode com facilidade negociar isso pessoalmente em Luxor.

      Um abraço,
      Mairon

  1. Bom dia Mairon! Um guia está querendo me vender com Abu Simbel o cruzeiro por 575 dólares, sairia na segunda e chegaria na sexta, na verdade ele disse que sai na terça meio dia e chega em Aswan quarta de noite, aí de madrugada na quinta o pessoal vai fazer o passeio de Abu Simbel, e aí se eu quisesse para ganhar dias eu voltaria para o Cairo ao invés de voltar para o Cruzeiro que terminaria na sexta. Sendo que ele disse que aí seriam 3 noites e 4 dias, e não 4 noites e 5 dias, mas o problema é que por vender o cruzeiro de 4 noites mesmo eu voltando não me dariam desconto. O passeio de Abu Simbel custaria 120 dólares e estaria incluso nesse valor de 575 dólares. Vc conseguiu visitar tudo do passeio nesse tempo de 2 dias que vc fez? Vc foi a Abu Simbel?

    1. Bom dia, Jefferson! Desculpe não ter te respondido antes (estava em viagem).

      Espero que as observações ainda possam ter alguma serventia pra você. Eu fui, sim, a Abu Simbel. Você pode conferir a minha visita lá neste outro post (http://maironpelomundo.com/2016/12/08/abu-simbel-e-o-lago-nasser-no-extremo-sul-do-egito-quase-sudao/). Vale MUITO a pena!

      Eu consegui fazer tudo no tempo que tinha, mas perceba que eu comprei o cruzeiro apenas de ida, até Aswan. Lá eu fiquei por conta, e depois voltei ao Cairo de trem.

      Seu roteiro está bom, dá pra você fazer tudo tranquilamente, mas esse seu guia está muito careiro. Ele ou a agência dele estão comendo uns 50% de comissão aí, se não mais. O traslado ida e volta de Answan a Abu Simbel *com guia* normalmente sai por 550 Egyptian Pounds (cerca de 30 USD). A entrada custa 300 Egyptian Pounds, cerca de 17 USD. Ou seja, tudo em tese deveria sair por uns 50 USD, não os 120 que estão te cobrando.

      Depois me conta a sua experiência!

  2. Uffffa…nossa, não sei o que mais o que me deixou arrepiada, se as belezas do Nilo, das suas verdes margens e águas azuis, se o charme do navio com suas românticas câmaras e corredores, à média luz, ou se a sua aventura louca à la 007 ou Missão impossível pelas ruas do Cairo, no transito maluco, em zig zag, com veículos tirando fino, com mil sacolas e se segurando numa montanha de geleia..( perdão pela brincadeira la com o motociclista) e tentando se equilibrar. haha Essas coisas só acontecem com Mairon Polo dos sete mares, rios e ares navegados haha. otimo.. Muito bem. ri bastante imaginando a situação tragi-cômica.
    Fica a maravilha desse majestoso rio, com seus belos contornos , suas águas de um azul profundo e de céu azul suave e sem nuvens. . Imagino isso cheio de crocodilos e efervescente de pessoas e barcos. Deveria ser deslumbrante. E o deserto amarelado no fundo completa o cenário histórico. Belíssima viagem.. congratulations, my dear.

  3. Boa tarde,
    Fiquei de agua na boca com esse cruzeiro.
    Vou ao Egipto em Março 2018 e gostava de fazer um cruzeiro so de 2 dias, mas desses assim como se vê nos filmes :).
    Somos 3 pessoas adultas.
    Pode indicar -me o contacto desse guia, s.f.f.??
    chegando a aswan daraw pela manha, consigo apanhar o voo para lisboa às 18.30???

    Muito obrigada pela partilha

    1. Olá Teresa,
      Esse cruzeiro de Luxor a Aswan dura mesmo 2 dias. A chegada a Aswan se dá à noite, mas os passageiros permanecem no navio até após o café da manhã, e — como num hotel — tem até o fim da manhã para realizar o check-out. Vocês conseguem sem problemas apanhar o voo para Lisboa às 18:30.

      Quanto ao contato do guia, seu cartão contém apenas número de telefone. Infelizmente ele não usa e-mail. Se o telefone servir, me diga e eu lhe envio. Como alternativa, pode também buscar por ele (Mr. Bob) no Bob Marley Peace Hotel, em Luxor.

      Prazer em ajudar!

    2. Estive em outubro no Egito. Realmente este cruzeiro é magnífico, fizemos um cruzeiro de 5 dias. Contratos um guia espetacular muito responsável simpático e com uma equipe maravilhosa que recomendo. O nome dele é Mohamed Mosés, face book nós tratamos diretamente com ele (fala portugues)whatsap +20 100 1507471

  4. Boa tarde mais uma vez e muito obrigada pela rápida resposta.
    Sem abusar da sua paciência, queria perguntar duas ou três coisas…
    Como referi ontem, estamos muito interessados no cruzeiro.
    A nossa viagem, leva-nos a Luxor, onde faremos uma paragem de dois dias, antes de embarcar no cruzeiro.
    Ja temos uma lista de monumentos a visitar na cidade, nesses dois dias (que sabemos ser possível de realizar).
    As questões são.: será que combinando, o Mr. Bob pode ser o nosso guia para esses dias??
    Após o embarque no cruzeiro, o senhor acompanha-nos, ou ficamos “sozinhos”?
    Naturalmente, ele não irá de mota, certo???? 🙂
    Os preços que ele dará, são acessiveis?’ ouvi dizer que temos sempre que regatear.
    Por ultimo, e desculpe a minha pergunta: è uma pessoa de confiança?? somos duas mulheres e um homem.
    Concluindo; é possivel combinar com ele a nossa visita/estadia em luxor e posterior cruzeiro até aswan daraw?
    Muito obrigada e acho os seus textos o máximo.
    Teresa
    ps: por telefone, ou whatswapp?

    1. Boa tarde Teresa,
      Sem problemas as perguntas, fico contente em auxiliar no que puder.

      O meu contato com Mr. Bob não foi longo, a minha capacidade de atestar a sua confiabilidade é limitada, mas digo que ele cumpriu à risca tudo o que me prometeu, e os seus preços foram bem acessíveis (comparando-os com o que ouvi de outros turistas, que organizaram os mesmos passeios com agências ou hotéis e pagaram comissões altas sem saber). Dito isso, é sempre bom mesmo tentar regatear. Você pode sempre consultar o preço por pessoa e depois perguntar qual é o desconto se forem três pessoas 😉

      Eu acredito que, sendo três, ele os leve de carro :-). Uma vez no navio, vocês ficam, sim, por conta — não há um guia os acompanhando.

      E quanto às visitas na própria Luxor, eu duvido que o Mr. Bob ele próprio os acompanhe (ele parece mais agente que guia), mas tenho certeza absoluta de que pode pô-los em contato com guias. Eu mesmo visitei o Vale dos Reis e toda a margem oeste do Nilo num passeio organizado por ele, com o Bob Marley Peace Hotel, em que fui posto num grupo pequeno (5 pessoas) com uma guia muito boa, egiptóloga, boa conhecedora de História, e que custou meras 50 libras egípcias mais as entradas (e a gorjeta, sempre esperada no Egito, para a guia).

      O contato dele é +20 10 0508 7454. Não sei se ele hoje usa Whatsapp, mas se não, você pode tentar um SMS. Do contrário, se ele tiver mudado de número, as pessoas no Bob Marley Peace Hotel provavelmente podem pôr-lhes em contato com ele.

      Sucesso! Obrigado pelo elogio, e contente em ajudar. Qualquer outra dúvida, pode ficar à vontade.
      Mairon

  5. Olá Mairon! Parabéns pelo seu blog, as histórias são muito boas! Estou indo para o Egito amanhã à noite, chego em Cairo no dia 29 às 1h50 (eu sei que está em cima da hora, rs mas estou fazendo uma viagem longa e não tive tempo de planejar tudo com antecedência :D). O Egito é minha última parada. Vou ficar 6 dias no total e gostaria de visitar Cairo, Luxor e Aswan, mas estou vendo que pode ser pouco tempo. Queria saber qual a sua sugestão para eu conseguir fazer tudo isso em 6 dias. No dia 05/12 tenho que retornar para Atenas para pegar o vôo de volta para o Brasil, que será dia 06 às 5h50, por isso não posso contar com o dia 05, que está reservado para a volta. Penso em voltar de avião, de Aswan para Atenas, para ganhar tempo. Ou seja, tenho de 29/11 a 04/12 para conhecer Cairo, Luxor e Aswan, 6 dias inteiros. O que vc me recomendaria? Acha que dá tempo? Tem algum cruzeiro saindo de Cairo à Assuã, que tem parada em Luxor? O que vc souber e puder me passar já vai me ajudar muito! Obrigada

    1. Obrigado, Lidiane! Fico contente que curta o blog!

      Você também, pelo visto, vai ter uma bela experiência de viagem em suas mãos :-). Esse período é de fato um pouco apertado para as três cidades, mas vamos lá. Leve em conta o seguinte: o passeio às Pirâmides de Gizé, nas vizinhanças do Cairo, tomam 1 dia. Em Luxor, há atrações “classe A” pra você visitar (Templo de Karnak, Templo de Luxor, Vale dos Reis, Tumba de Tutancâmon, etc.) e que tomam 2 dias inteiros. Essas, eu diria, são paradas obrigatórias.

      Pra você ganhar tempo, eu recomendaria tomar o trem noturno do Cairo a Luxor. Tente comprar online para evitar a muvuca da estação. O cruzeiro é legal, mas vai devagarinho e consumiria muito do seu curto tempo. Você pode considerar o trecho Luxor-Aswan, que é mais curto (2 noites), se você tiver muita vontade de fazer o passeio no Rio Nilo. Você pode organizá-lo a partir de Luxor e, nisso, já acertar com alguma agência para, chegando a Aswan, lhe apanharem para ir a Abu Simbel, que é — de longe — o que há de mais bonito no sul do Egito. Como a ida a Abu Simbel sempre se dá às 3 da manhã, se você deixar pra chegar a Aswan e arranjá-la no local perderá muito tempo.

      Se você for rápida (e aceitar acordar cedo ;-)), poderá também usar 1 dia do Cairo para visitar de manhã o Cairo cristão Copta e, de tarde, as mesquitas medievais do Cairo islâmico, especialmente a Cidadela. (Um táxi te leva de uma área à outra.) Fica um pouquinho corrido, mas dá pra fazer. Eu fiz e achei que valeu a pena. O segredo aí só é acordar cedo e se mandar já umas 7-8 da manhã, pois quase tudo no Cairo em termos de museus e visitas fecha às 16h.

      O roteiro mais ambicioso (e completo) que eu imaginaria pra você, no tempo que você tem, é portanto:
      Dia 29/11: Tomar coragem de acordar cedo :D, e visitar o que você puder por conta própria, pois chegando às 01h50 dificilmente conseguirá entrar num passeio às pirâmides já na manhã desse dia. Vá ao Cairo copta, ou ao Cairo islâmico, ou ao Museu Egípcio, a depender do seu gosto. Eu diria que dá pra juntar dois desses três. (Os três no mesmo dia não cabe.) Já arranjar no seu hostel/hotel um passeio às pirâmides e esfinge para o dia 30 e também uma passagem num trem noturno para Luxor nessa noite do dia 30. Você vai retornar do passeio às pirâmides umas 16-17h, então dá tempo.

      Dia 30/11: Fazer o passeio às pirâmides e à esfinge. É um passeio só, que inclui parada pro almoço. Ele te traz de volta à acomodação, daí você se arruma e vai pra a estação de trem.

      Dia 01/12: Chegada a Luxor de manhãzinha e ida aos templos de Karnak e Luxor, que você pode visitar por conta. Se quiser, contrata guia na entrada pra te explicar as coisas. Não precisa arranjar passeio. Mas neste dia já tente agendar passeio pra visitar no dia seguinte o Vale dos Reis e o restante das atrações que ficam do outro lado do rio. Pra lá, sim, precisa se guia e transporte. A mesma pessoa certamente pode te vender o cruzeiro de 2 noites a Aswan, que você pode agendar para o dia 03/12, pois o check-in nesses cruzeiros se dá ao meio-dia. Já acerta também pra ser apanhada no navio às 3am do dia 05/12 pra ir a Abu Simbel. Os mesmos agentes de viagem vendem tudo isso.

      Dia 02/12: Passeio ao lado oeste do Rio Nilo, em Luxor, onde estão o Vale dos Reis, Tumba de Tutancâmon, etc.

      Dia 03/12: Entrada e partida no cruzeiro para Aswan

      Dia 04/12: Cruzeiro, com atrações no caminho, como o templo de hórus em Edfu e o templo de Sobek pra ver os crocodilos mumificados em Kom Ombo.

      Dia 05/12: O navio já atracará em Aswan na noite de 04 pra 05, e se você tiver acertado pra ir a Abu Simbel, às 3h da manhã alguém virá te buscar aqui pra a visita. Umas 11h da manhã, eles te trazem de volta ao navio, onde você pode ter deixado sua bagagem, pra fazer o check-out. Daqui você pode ir direto num táxi ao aeroporto de Aswan para ir embora :-). Se o seu voo for noturno, você pode ainda de tarde (se tiver energias) conhecer o Museu Núbio ou o Templo de Philae em Aswan. (A cidade em si não é muito bonita.)

      É um roteiro intenso, de alta adrenalina (até poder descansar no cruzeiro ;-)), mas possível de ser feito. Parecido com o que eu fiz. Se você não quiser ver tudo isso, ou preferir pegar um pouco mais leve, aí pode remover algumas coisas. Espero ter podido te ajudar! Qualquer dúvida, estou aí. Boa viagem!!

  6. Ótimo relato! Estou planejando minha viagem para o Egito e ajudou bastante!

    Tenho apenas uma dúvida com relação ao dia da semana de início do seu cruzeiro. Li em outros blogs que normalmente saem cruzeiros de Aswan para Luxor nas sextas feiras (4 dias e 3 noites) e de Luxor para Aswan nas segundas feiras (5 dias e 4 noites). Entretanto seu relato mostrou que existem cruzeiros mais curtos como o que você fez (dois dias no total). Saberia me dizer se existem saídas para todos os dias?

    1. Fico contente em sabê-lo, Fábio!

      O meu cruzeiro saiu num sábado, e sim, me pareceu haver saídas de Luxor todos os dias. Lembro-me de quando eu negociei esse passeio, disseram-me que eu poderia escolher o dia que bem entendesse. Talvez esses passeios sobre os quais você leu sejam os ofertados por empresas específicas, mas elas não são as únicas.

      Outra coisa a notar é que aqueles de 4 ou 5 noites certamente são passeios de ida e volta, pois o trajeto entre Luxor e Aswan não leva aquele tempo todo. Saindo de Luxor ao meio dia de sábado, e parando para visitar lugares no caminho, nós no domingo à noite já estávamos atracando em Aswan (só que não descemos do navio; permanecemos até segunda de manhã). A maior parte dos turistas, sobretudo aqueles em grupo, de fato levavam 4 ou 5 noites, mas isso é porque permanecem visitando Aswan e voltam pra dormir no navio, daí ainda fazem o trajeto de retorno. No entanto, isso é customizável; não é obrigatório fazer o passeio completo, a menos que você queira. Isso pode ser negociado com o vendedor.

      Sucesso no planejamento! Qualquer outra dúvida, é só dizer.

  7. Olá Mairon,

    Parabéns pelas informações e pelo blog. Gostaria de te perguntar sobre o navio em si, vi em alguns guias que existem várias embarcações diferentes para o cruzeiro. Sabe dizer exatamente que barco você pegou? E só mais uma pergunta: as saídas de Aswan para Abu Simbel são sempre de madrugada ou é possível chegar com o barco, ir para um hotel e planejar a visita em outro dia, num horário não tão radical?

    Muito obrigado e parabéns pelas postagens.
    Arnaldo

    1. Olá Arnaldo,
      Obrigado! Eu viajei no navio Princess Sarah, e gostei muito (embora o wi-fi fosse pago à parte). Achei-o bastante confortável. Cheguei a transitar brevemente por um ou outro ancorados ao lado, e preciso dizer que a minha impressão foi a de que não havia discrepâncias tão grandes. Os outros que eu vi me pareceram razoavelmente semelhantes.

      Quando a Abu Simbel, você pode, sim, instalar-se na cidade e deixar para fazer o passeio num dos dias seguintes. Contudo, o horário costuma, sim, ser sempre aquele inglório de sair às 3h da manhã, pois são cerca de 3h de estrada, e às 10am já está quase todo mundo voltando pois fica torridamente quente. Dito isso, eu sei que há possibilidades de hospedar-se nas vizinhanças de Abu Simbel e visita-lo em outro horario, mas aî é preciso ver. Sei que tem um custo maior, e o transporte você precisaria contratar por conta, pois todos os tours de que eu tenho conhecimento são mesmo de manhã.

      Sucesso nos planos!
      Mairon

Deixe uma resposta

Top