You are here
Home > Nova Zelândia > Hobbiton: Visitando o cenário do Condado dos hobbits de “O Senhor dos Anéis”, na Nova Zelândia

Hobbiton: Visitando o cenário do Condado dos hobbits de “O Senhor dos Anéis”, na Nova Zelândia

Se todos já havíamos ouvido falar da Nova Zelândia há muito tempo, foi apenas com as trilogias de O Senhor dos Anéis e, depois, O Hobbit, que a maioria de nós começou a ter imagens de com que as paisagens neozelandesas se parecem.

Sendo um país bastante rural, repleto de colinas verdes que sobem e descem no horizonte, nada mais adequado como cenário de filmagem para o Condado, a região da Terra Média onde vivem os hobbits do Professor J.R.R. Tolkien, inclusos aí os protagonistas Frodo e Bilbo.

Hoje, esse cenário de filmagens do Condado (chamado aqui de Hobbiton, como que uma corruptela de Hobbit Town) está todo aberto à visitação. 

Cenário do Condado dos hobbits na Nova Zelândia.
Posando com Gandalf, na loja do Hobbiton em Rotorua.
Aqui à venda uma réplica da placa que se vê no princípio de A Sociedade do Anel, quando Bilbo está preparando sua festa de “onzenta” anos e não quer atender ninguém à porta — quando aí chega Gandalf.
O ônibus que leva você ao set de filmagens.

O passeio inclui traslados de ida e volta, a entrada com tour guiado no cenário, e uma bebida na taverna. 

O ticket você compra online com cartão de crédito no site oficial Hobbitontours.com. É possível comprar pessoalmente na loja em Rotorua ou no município de Matamata, onde eles estão situados, mas é arriscado pois os ingressos muitas vezes se esgotam dias antes, sobretudo no verão. 

Já lhes adianto que é um tanto caro, mas como eu já havia me despencado cá até a Nova Zelândia… Além do mais, é uma experiência única pra quem é fã. 

O tour desde Rotorua custa 114 dólares neozelandeses (NZD, coisa de 83 USD). De Auckland, se você não tiver planos de vir a Rotorua, você pode ir a Matamata, de onde também saem tours por 79 NZD (aprox. 58 USD). Rotorua, no entanto, vale a pena ser visitada por razões próprias, como comecei a mostrar no post anterior, então a minha recomendação é partir daqui. O passeio ao Hobbiton dura uma manhã.

E a experiência?

Primeiro de tudo, permitam-me fornecer-lhes a trilha sonora.

Estávamos num dia nublado de final de outono, junho, daí o meu charmoso guarda-chuva. Chuviscos haviam enlameado o chão em meio à grama. Estamos, afinal de contas, numa fazenda. 

As casas não são visitáveis por dentro; são apenas as fachadas (pois as cenas de interiores eram filmadas em estúdios). Você aqui aprende que, por uma questão de perspectiva na filmagem, há portas maiores que outras (afinal, os atores que fazem os hobbits não são pequenos daquele jeito). 

Quando a cena era com, digamos, Gandalf, que é alto, usavam uma portinha pequena assim. Quando era com um dos hobbits, usavam uma porta grande para mostrá-los como pequenos.

Numa porta maior.
A vista do lugar.
O Condado num dia de chuva (as abóboras são de verdade).
Na arrumação da festa, com a taverna ali atrás.

O tour em si, todo pelo ambiente externo, dura coisa de 1h. Você aprende que o cenário, após O Senhor dos Anéis, foi todo desmantelado. Somente quando foram abordados novamente para as filmagens de O Hobbit é que os proprietários tiveram a ideia comercial de aceitar com condição de que as estruturas fossem deixadas no lugar para servir como atração a visitantes.

O final, claro, é com a lojinha de produtos na taverna, e a bebida incluída no preço, sidras com ou sem álcool que eles produzem aqui mesmo. Os proprietários, claro, querem vender o peixe deles, e por isso lhe dão a demonstração grátis. A sidra de maçã não é má.

A taverna no set de filmagens do Condado.
O interior da taverna. Verdade seja dita, pra mim foi onde mais senti uma atmosfera aconchegante. O lado de fora é um tanto rarefeito demais; não tira a impressão de que você está numa ampla fazenda onde acontecem de estar certas casas de hobbits.

O veredito? Legal, embora caro demais para um tour curto numa área relativamente pequena. Se você for fã, venha, mas tenha em mente que é um set de filmagens e não um parque temático. Às vezes fiquei com vontade de que fosse.

Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

One thought on “Hobbiton: Visitando o cenário do Condado dos hobbits de “O Senhor dos Anéis”, na Nova Zelândia

  1. Ahhhh que lindo!…. maravilha,,, parece-me ver Frodo, Bilbo Gandalf e os demais andando por ali. E que fofa a casinha!…. A taverna então, uma graça. E que belos cenários, de colinas verdejantes!…. linnnndos, Lindas também a grama, as flores. Dá uma grande vontade de ir até ai e ver tudo isso de perto. Fiquei querendo rever a trilogia. Ótima, sou fã.
    Obrigada, jovem viajante pela bela postagem e pela oportunidade de rever esse gostoso cenário, daquela maravilhosa produção. Ai, que o Condado é lindo!….. É um sonho!…. Foi covardia, por aquela trilha sonora maravilhosa!….. morri de saudades…. hahaha ….Valeu meu jovem. Maravilha. Amei. Parabéns,

Deixe uma resposta

Top