Noruega

Paisagens da Noruega em 20 fotos

A Noruega é dos países mais cênicos que há na Europa e no mundo. Na montanhosa costa da Península da Escandinávia, ela está plena de elevações à beira-mar. São também muitos campos, rios, e fiordes — braços de mar que adentram a terra.

Após relatar bastante das minhas andanças por este país, faço aqui uma pequenina coletânea com sobretudo novas fotos da paisagem norueguesa em distintas estações do ano. É de encantar os olhos pelo bucolismo destas paragens remotas.

Todas as fotos fui eu próprio que tirei, e vão todas com identificação do lugar, caso você queira visitar pessoalmente. Se quiser ler e ver mais dos detalhes de cada região, é só clicar nos links.

1. Pequenas casas na imensidão. A Noruega é maior que a Alemanha; sua área é como Mato Grosso do Sul estendido numa longa faixa litorânea de norte a sul. Isso com pouco mais de 4 milhões de pessoas, que por vezes ficam assim soltas na paisagem. (Nordlandsbanen, de Trondheim a Bodo.)
2. Vales encantados. Riachos que correm por entre a paisagem verdejante cercada de montanhas. (Flamsbana, parte do roteiro Norway in a Nutshell.)
3. Fiordes. Um dos grandes fenômenos geográficos que marcam a Noruega são os fiordes, formações geológicas que datam da Era Glacial. Com o derretimento do gelo, o mar preencheu reentrâncias no continente. (Nordlandsbanen, de Trondheim a Bodo.)
4. Cascatas no Nærøyfjord. Os fiordes quase sempre estão entre montanhas, o que rende estas paisagens espetaculares. (Roteiro Norway in a Nutshell.)
5. Vivendo por entre as montanhas. As montanhas são características da paisagem norueguesa. Os Vikings se lançaram ao mar, em parte, por escassez de terras agricultáveis aqui. (Ferrovia Rauma.)
6. Grande rochedo, pequeno veículo. Por vezes, as grandes rochas alcançam as nuvens. (Ferrovia Rauma.)
7. Flores de verão. As pessoas às vezes imaginam os países nórdicos sempre frios, mas isso não é verdade. No verão, as flores brotam, e as temperaturas podem chegar mesmo a 30ºC. (Andalsnes, início ou fim da Ferrovia Rauma.)
8. Casas de veraneio. Os nórdicos normalmente possuem casas de campo aonde vão durante fins de semana prolongado ou, mais comumente, passar suas férias de verão. (Nordlandsbanen, de Trondheim a Bodo.)
9. Rastros na água. Por entre as montanhas sob um sol de verão num fiorde norueguês. (Roteiro Norway in a Nutshell.)
10. Gaivotas a seguir o barco num fiorde. No verão, você passeia por luminosos fiordes entre Flam e Gudvangen, às vezes seguido pelas aves, por entre as montanhas. (Roteiro Norway in a Nutshell.)
11. Nærøyfjord no inverno. Nesta estação, os dias são curtos, as paisagens são gélidas, e os pores de sol adquirem essa tintura particular. (Roteiro Norway in a Nutshell.)
12. Campos nevados no inverno. Tudo por vezes fica branco nessa época. (Viagem de trem entre Bergen e Oslo.)
13. Inverno mágico. Até as árvores ganham essa cor peculiar. (Viagem de trem entre Bergen e Oslo.)
14. Pra não dizer que não falei das flores. Flores e campos na Noruega durante o verão. (Nordlandsbanen, de Trondheim a Bodo).
15. Lago a refletir o céu. Algumas vistas da Noruega são menos dramáticas que suas montanhas e assim, singelas. (Entre Oslo e Myrdal.)
16. Passar a tarde em Bergen. Um entardecer pálido de inverno na cidade de Bergen, a mais pitoresca da Noruega.
17. Campos e montanhas acima do Círculo Polar Ártico. Mesmo no extremo norte da Noruega há fazendas, emolduradas pelas elevações ao fundo. (Nordlandsbanen, entre Trondheim e Bodo.)
18. Rios verdes e florestas. Nem só se montanhas cinzentas vive a Noruega, mas também de muito verde — na terra e nas águas. (Nordlandsbanen, entre Trondheim e Bodo.)
19. Cruzeiro no Nærøyfjord. Este passeio de 2h cruzeiro mostra parte do que a Noruega tem de mais belo. (No roteiro Norway in a Nutshell.)
20. Asas contra as rochas. Habitantes milenares dos fiordes noruegueses à beira-mar. (Nærøyfjord, no roteiro Norway in a Nutshell.)
Mairon Giovani
Cidadão do mundo e viajante independente. Gosta de cultura, risadas, e comida bem feita. Não acha que viajar sozinho seja tão assustador quanto costumam imaginar, e se joga com frequência em novos ambientes. Crê que um país deixa de ser um mero lugar no mapa a partir do momento em que você o conhece e vive experiências com as pessoas de lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *