You are here
Home > Bielorrússia

Aventurando-se de carro pelo interior da Bielorrússia

Depois de bordejarmos por Minsk, nós alugamos um carro para conhecer o interior da Bielorrússia. Não, não foi esse carro aí da foto.  Alugamos um carro importado (que é o que mais há aqui, mas nada muito especial, do nível de um carro comum de passeio no Brasil), e foi com mais um careca de olho azul, como o que havia vindo me cobrar pelo apartamento em que nos instalamos. Este falava algo de inglês, e era uma pessoa sincera. "As chances são altas de ser parado pela polícia rodoviária", disse ele nos tranquilizando. "E aqui eles quase sempre querem uma propina", completou

Em Minsk, a capital da Bielorrússia

Instalei-me na Rua Karl Marx, perto da Praça da Vitória e não muito distante da Praça de Lênin. Tudo na Bielorrússia remonta ao comunismo, ou à Revolução Russa de 1917, ou à vitória contra os alemães nazistas na 2a Guerra Mundial. O que mais há em Minsk são monumentos ou memoriais de guerra. 
Instalamos-nos eu e Alina, uma amiga romena, por uns dias num apartamento ali arranjado pela nossa colega bielorrussa, Lena. Na Bielorrússia não há albergue barato nem pousadinha, só hotel caro pra quando vem delegação chinesa ou de algum outro país comunista, ou turista rico. Então o jeito é alugar um flat

Rumo à Bielorrússia, a última ditadura da Europa

Eu acho que poucos brasileiros sequer sabem que esse país existe. A Bielorrússia é um dos países mais fechados do mundo. Foi "sorte" eu ter conseguido vir aqui, embora não tenha sido nada fácil. Como mostra o mapa ali ao lado, entre a Polônia e a Rússia no leste europeu está a Bielorrússia — às vezes escrito "Belarus", mas que os bielorrussos leem biéla-rus, e não "Belárus" como às vezes fazem erradamente os ocidentais. Bela [biéla] em russo e bielorrusso (línguas bem parecidas) significa "branco", então o nome do país quer dizer Rus branca, um nome medieval de séculos antes de haver a Rússia moderna. Portanto, a ocasional tradução como "Rússia

Top