You are here
Home > Malta

Pelas cidades históricas de Rabat e Mdina, a conhecer as origens árabes de Malta

Eu comecei a estranhar quando esbarrei em várias das 10 palavras — ou menos — que eu conheço em árabe. Dar (casa), medina (mercado), rabat (lugar fortificado), entre outras. Malta é extremamente católica — a ponto de, dizem as más línguas, a igreja até hoje se meter nos afazeres do governo. As igrejas badalam a Ave Maria várias vezes ao dia, e imagens de santos estão por toda parte nas cidades, inclusive ao lado de fora das casas, nas ruas. Perguntei sobre o idioma maltês, ainda usado aqui, e me diziam ser oriundo do fenício. Há uma pobreza imensa de referências à História do arquipélago antes

Malta: Um dia em pleno Gozo e na Laguna Azul de Comino

Todos entramos em Antônia para chegar a Gozo. Chegar lá pode ser meio turbulento, cheio de sacolejos, movimento, mas ao chegar a sensação é de grande tranquilidade. Gozo é extremamente agradável. 
Calma, antes que pensem que eu comecei a escrever contos pornô em vez de crônicas de viagem. Gozo é a segunda maior ilha do arquipélago de Malta, associada à mítica ilha de Ogygia (não confundir com orgia) onde a ninfa Calypso teria seduzido e mantido Odisseu cativo por alguns anos em sua Odisséia pra casa (ele foi liberado depois). Hoje vivem aqui 37 mil gozitanos — como se chamam os habitantes daqui, orgulhosos da sua

Valletta, Caravaggio e a Ordem dos Cavaleiros Hospitalários em Malta

Valleta, a capital de Malta, funciona como seu bairro histórico e administrativo. São ruelas perpendiculares e paralelas onde só passa um carro, ou só pedestres. Toda ela é tombada como Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1980. São muitas igrejas, museus, e fortificações antigas, além do casario. Malta participou ativamente do Renascimento italiano, foi dos bastiões do estilo barroco, e inclusive hospedou Caravaggio uns anos — quando o pintor italiano andou se metendo com as mulheres erradas, fugiu pra cá, e entrou até pra a ordem dos cavaleiros da ilha (mais a seguir). 
Tudo começou em 1530, com a chegada da Ordem dos Cavaleiros

Bem vindos a Malta: Chegando e Ambientando-se

Malta está no imaginário de todos, uma referência que poucos brasileiros sabem de onde vem. Cruz de Malta, cachorro maltês, entre outros, e muita gente sequer sabe que Malta é um país independente, membro da União Europeia (desde 2004), e que fala o seu próprio idioma, o maltês. Onde fica? Ao sul da Itália, no caminho para a Líbia, caminho que muitos refugiados africanos hoje fazem em reverso, buscando vida melhor na Europa. Foi essa curiosidade que me trouxe aqui após deixar as praias da Romênia (aqui) neste verão. Conheceria um cantinho menos conhecido da Europa. 
Já no aeroporto, hospitalidade maltesa. Nunca

Top