You are here
Home > Uzbequistão

Uzbequistão: Lugares, dicas de viagem, e o que visitar

O Uzbequistão é o destino “Rota da Seda” por excelência, e é extremamente fotogênico. Aqui estão todas as principais cidades históricas dessa rota na Ásia Central. Você pode hoje percorrer como turista o que incontáveis mercadores fizeram ao longo da História. Se alguns dos vizinhos, como Quirguistão e Tajiquistão, atraem turismo mais por suas belezas naturais, o Uzbequistão é um destino principalmente urbano. Histórico, estético, arquitetônico, de cidadezinhas bonitas e charmosas. Abaixo eu faço primeiro um balanço geral da minha estadia de pouco mais de uma semana no país, para em seguida compartilhar várias dicas e recomendações a quem cogita vir aqui.

Epílogo: Perrengues de trem e avião no Uzbequistão

A melancia enrolada em plástico figurava bonita no carrinho de aeroporto. Ao meu lado, a mulher uzbeque de lenço florido e dente dourado olhava transtornada. Estávamos todos preocupados. Este post de encerramento das minhas viagens pelo Uzbequistão é pura experiência pessoal. Após uma semana visitando as lindas cidades da Rota da Seda no país — Tashkent, Samarcanda, Bukhara e Khiva — chegada era a hora de eu deixar o país, mas não foi tão fácil quanto eu imaginava. Já digo que nada teve a ver com imigração (que foi tranquila), mas com transporte. Na estação de trens de Khiva, uma TV ligada

Trens no Uzbequistão: Como são e como comprar passagens online

Viajar de trem é essencial para conhecer o Uzbequistão e suas clássicas cidades da Rota da Seda (Tashkent — Samarcanda — Bukhara — Khiva). Por sorte, o país tem investido bastante e melhorado rapidamente sua malha ferroviária. É um bom sistema, mas que ainda tem seus "poréns" para os quais você precisa se preparar. Nos posts anteriores eu relatei minha passagem pelas quatro cidades acima com alguns comentários breves sobre as viagens em trem, então resolvi fazer algo mais sistemático a quem planeja vir aqui. Vamos por partes. Primeiro mostrarei como são os trens e suas diferenças de qualidade, antes de

Khiva, Uzbequistão: Seda, escravos e algarismos entre os minaretes e madraças azuis

Bem vindos a Khiva, a menor das clássicas cidades históricas da Rota da Seda aqui no Uzbequistão. (Eles leem o Kh com som de R aspirado, então soa como se fosse Riva em português.) Com seu belo e largo minarete azul, ela há tempos encanta visitantes. O especial daqui em relação às demais cidades é que Khiva permanece murada, seu centro histórico todo por entre as seculares muralhas de pedra. Isso faz parecer que você entrou numa caravana mágica, num video game ou num cenário de filme, e veio parar aqui. Todo o centro histórico é reconhecido pela UNESCO como Patrimônio

Bukhara, Uzbequistão: Monumentos e legado dos persas samânidas

Após conhecer a capital uzbeque (Tashkent) e também Samarcanda, eu vim de trem até outra das antigas cidades da Rota da Seda no Uzbequistão: Bukhara. É onde se encontram dos principais legados dos antigos persas que viviam aqui antes do ano 1000. Acompanhem-me nesta aventura. Hoje o Uzbequistão e a Ásia Central são dominados por povos túrquicos, mas nem sempre foi assim. Antes de todo aquele pega-pra-capar-e-glória de Tamerlão que descrevi no post anterior em Samarcanda, havia outras civilizações aqui. Por milênios, estas foram terras de gentes iranianas (persas), falantes de línguas indo-europeias, até a migração dos ancestrais dos uzbeques, cazaques,

Samarcanda (Samarkand), Uzbequistão: Joia da Rota da Seda

Há muito, muito tempo, havia uma magnífica cidade do povo de Sogdiana aqui na Ásia Central. Eram uma outra gente iraniana, prima dos persas, e que prestava tributos a esses desde que Ciro, o Grande (601-530 a.C.), rei dos persas antigos veio cá. (Ciro morreria aqui perto, às margens do Rio Jaxartes em 530 a.C.). Duzentos anos depois, Alexandre, o também Grande (356-323 a.C.), traria seus exércitos à tal cidade que eles, falantes de grego, reconheceram como Makaranda. Não acertaram a falar direito o nome com que a chamavam os sogdianos: Samarcanda (Samar-kand, "cidade de pedra"). Essa cidade continua de

Conhecendo Tashkent, a capital do Uzbequistão e maior cidade da Ásia Central

Bem vindos ao Uzbequistão, a terra de Aladim. Oi? Como assim? É isso mesmo. Alguém já reparou que, na história de Aladim, a sua mítica cidade de Agrabah fica "na China"? Como não há nada realmente da China na história, as pessoas passam batidas pela menção. Mas é que "China" era como os árabes e outros islâmicos na Idade Média se referiam a estas terras muçulmanas da Ásia Central, da Rota da Seda às fronteiras com a China. Tais fábulas perpassavam todas as terras islâmicas do Oriente Médio e da Ásia Central. Não se sabe ao certo quando o conto de Aladim

Uzbequistão: Visto para brasileiros (ou portugueses) e a experiência da imigração

Como o Uzbequistão está se tornando uma "bola da vez" no turismo mundial, resolvi fazer este post introdutório dedicado exclusivamente à questão do visto, à minha experiência imigratória, e às dicas para a chegada no aeroporto. MUITO mudou recentemente. A maioria do que está na internet de antes de 2019 já está defasado em relação a esse tipo de informação, então vale a pena tomar nota. Eu leio até hoje no TripAdvisor, na WikiTravel e na WikiVoyage relatos de pessoas se empurrando na fila do controle de passaporte, formulários de imigração, etc. etc. Isso pode muito bem ter sido a

Top