You are here
Home > Oriente Distante

Esta página engloba tudo que está na Ásia para além do chamado Oriente Médio — ou seja, a partir da Índia e tudo o que lhe está a leste, no que ficou conhecido como Oriente Distante.

O Oriente é incomparável“, disse-me certa vez um senhor mineiro, um negro boa-praça já nos seus 60 anos num trem na Índia. Era aposentado, e passava a maior parte do tempo viajando pelo mundo. Acontecemos de dividir o mesmo compartimento num trem de Varanasi a Nova Délhi, também com o seu filho Sidarta. (O irmão, que não estava na viagem, se chamava Krishna). Nunca vou me esquecer das histórias de Seu Antônio comendo melão nas praias da Tailândia.  

O Oriente tem mesmo uns sabores muito especiais, distintos, e que não são encontrados em outras partes do mundo. Claro que não estou falando do melão, e que não me refiro apenas aos sabores das comidas (muito boas por sinal). Refiro-me às suas culturas, ao ser das pessoas, aos tipos de coisas que você encontra. 

Estes são países grandes e diversos (a Índia mesmo é um mundo, com diversidade comparável à da Europa inteira, mas que acontece de estar toda num mesmo grande país), então há bastante coisa.

Clicando nas fotos você chega aos países correspondentes.


China

Hong Kong, a muralha, a Cidade Proibida. O mais populoso país do mundo é um universo em si, com distintas culturas regionais e muitos destinos. Dos arranha-céus de Xangai, aos picos pitorescos de Yunnan, às esculturas de gelo de Harbin, aos Himalayas.  

 

Coreia do Sul

Este conhecido, mas ainda relativamente pouco visitado país asiático, tem belíssimos templos budistas, palácios medievais, e muita alta tecnologia. Do destino pop de Gangnam, em Seul, às cidades do interior.


Índia

A Índia, culturalmente falando, é quase um continente. Elefantes, desertos, fortes palacianos, o Taj Mahal e o Rio Ganges. 22 línguas oficiais, muita cultura, religião peculiar e natureza num país enérgico e populoso que não é pra todo mundo.

Delhi 1-03

 

Indonésia

O quarto mais populoso país do mundo é um universo de 17 mil ilhas, repletas de particularidades. Java, Bali, Borneo, Sumatra, a Ilha de Komodo e muitas outras. 

Jogja 02

 

Japão

Destino onde o desenvolvimento tecnológico faz você pensar que está em 2050, mas as casas de madeira, os banhos termais e os templos (budistas e xintoístas) às vezes o trazem para eras clássicas do Japão medieval. Tóquio, Kyoto, Nara, Hiroshima e mais. 

Miyajima 1-17

 

Malásia

Um amálgama de culturas malaia islâmica, tâmil hindu, e chinesa budista. Um dos países mais coloridos, multiculturais e baratos do Sudeste Asiático.

 

Mongólia

O país de ontem (do grande conquistador mongol Gêngis Khan) e de hoje são muito parecidos. Um tradicionalíssimo bastião na Ásia Central, terra de nômades, belíssimas paisagens, campos, estepes, milhões de animais, e uma culinária muito particular. Da capital Ulaanbaatar, com seus tesouros budistas, às vistas escarpadas e à vida rústica do interior.

 

Nepal

País onde Buda nasceu e onde fica a mais alta montanha da Terra, o Monte Everest. Ao norte da Índia e aos pés da Cordilheira dos Himalaias está este país rico em cultura, tradições, e belezas.

 

Singapura

Cidade-estado paraíso de comidas asiáticas, mistura de povos e culturas distintas, e dito o primeiro país tropical desenvolvido do mundo. Confira pra ver.

 

Tailândia

Um dos mais sensacionais países. Lindos templos budistas. Noites animadas na permissiva Bangkok. Praias espetaculares no sul. Elefantes, tranquilidade e santuários no norte. De quebra, uma culinária fenomenal e gente muito alegre.

Bangkok 2-17

Top